O praço para recepção fechou

Imediatamente após o congresso, de 2 a 13 de julho, haverá um treinamento em pesquisa sobre sexualidade com duração de duas semanas. O treinamento será  ministrado pela Faculdade de Saúde Pública da Universidade Peruana Cayetano Heredia, com a colaboração do Centro Latino-americano em Sexualidade e Direitos Humanos (CLAM – Universidade do Estado do Rio de Janeiro) e Centro Nacional de Recursos em Sexualidade (NSRC, Universidade do Estado de São Francisco ) e o idioma utilizado será o espanhol. O curso será ministrado no Campus Sul da Universidade Peruana Cayetano Heredia.

Durante o treinamento , professores da América Latina abordarão uma variedade de temas relacionados à sexualidade e à pesquisa em sexualidade na atualidade. Os(as) participantes receberão orientação para o desenvolvimento de seus projetos de pesquisa.

O custo do treinamento será de U$600 (seiscentos dólares americanos).

Em 20 de janeiro de 2007, disponibilizaremos mais detalhes sobre o treinamento .

Pessoas interessadas em participar deverão inscrever-se também no Congresso da IASSCS e apresentar um resumo para apresentação oral ou pôster. Podem solicitar bolsas os(as) participantes da América Latina, África, Ásia Central, e Sudeste Asiático, assim como países do Pacífico, Leste Europeu e Oriente Médio.

Os(as) interessados(as) em participar do treinamento pós-congresso deverão apresentar a seguinte documentação:

  1. Curriculum Vitae
  2. Carta de Apresentação. Uma carta de apresentação com 500 palavras descrevendo sua profissão/área de estudos; como sua carreira profissional/de estudos se relaciona especificamente com os direitos sexuais; por que deseja participar do congresso e do treinamento pós-congresso; e de que maneira esta participação trará contribuições para sua carreira/estudos.
  3. Pré-projeto de pesquisa: Um pré-projeto da pesquisa que gostaria de desenvolver durante o treinamento.  Esta pesquisa deverá estar em uma etapa inicial de desenvolvimento no momento inicial do treinamento. A pesquisa deverá ser de caráter qualitativo. Favor indicar a finalidade de sua pesquisa (i.e. proposta de tese, artigo para revista etc). O projeto de pesquisa deve ser enviado em fonte 12, espaçamento 1,5 e deve ter  4 ou 5 páginas de texto, sem contar com as referências bibliográficas.

A seleção será feita com base na consistência e originalidade do projeto de pesquisa do candidato, assim como de suas publicações, trabalho de campo ou trajetória em temas relevantes aos movimentos de direitos sexuais. São bem-vindas as solicitações de diversos campos profissionais e de experiências institucionais. Profissionais e estudantes da América Latina estão especialmente convidados a candidatarem-se.